quarta-feira, 5 de agosto de 2009

PARABENS À ENFª LUCILIA NUNES



A Enf.ª Lucília Nunes, Presidente do Conselho de Enfermagem da Ordem dos Enfermeiros, tomou posse esta tarde como membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV), numa cerimónia presidida pelo Dr. Jaime Gama, Presidente da Assembleia da República.
Trata-se da primeira vez em que a Enfermagem se encontra representada naquele Conselho, tendo sido igualmente a primeira vez que o CNECV solicitou à Ordem dos Enfermeiros a designação de uma pessoa com reconhecido mérito e «especial qualificação nos domínios da Bioética». Este facto deriva directamente da aplicação da Lei nº 24/2009 de 29 de Maio, que estabelece o regime jurídico do CNECV e que trouxe, entre outras coisas, alterações à composição do Conselho.
O mandato que hoje se inicia é válido por cinco anos e apesar da designação ter sido feita pela Ordem dos Enfermeiros, a Enf.ª Lucília Nunes - bem como todos os restantes membros do CNECV - «são independentes no exercício das suas funções, não representando as entidades que os elegeram ou designaram», como refere a legislação acima mencionada.
A Enf.ª Lucília Nunes é licenciada em Enfermagem e enfermeira especialista em Saúde Mental e Psiquiátrica. Possui mestrado em Ciências da Enfermagem e em História Cultural e Política. Detém igualmente licenciatura e doutoramento em Filosofia. É Professora Coordenadora e Presidente do Conselho Científico da Escola Superior de Saúde de Setúbal e foi, no mandato de 2004-2007, Presidente do Conselho Jurisdicional da Ordem dos Enfermeiros.
In “www.ordemenfermeiros.pt

4 comentários:

Lifepassenger disse...

Deixamos no Cogitare em Saúde informações sobre A carreira de Enfermagem, passe por lá e divulguem !

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
psikiatrices disse...

Crómio VI

Esta foi de mau gosto.

António Manuel Patronilho disse...

Parabens. Ficaremos muito, mas muito bem representados - mente brilhante. Esta Sra, pensa, reflecte, mediatiza. É o exemplo de um pensador. Sinto-me muito orgulhoso!